cloud native myths

Não acredite nestes três mitos sobre o nativo da nuvem

A verdade é que o nativo da nuvem e muitos de seus recursos e benefícios são mal compreendidos.

As ferramentas e os processos nativos da nuvem têm um problema de imagem. Em junho de 2020, quando entrevistamos mais de 1.500 decisores de TI, 97% deles afirmaram já ser nativos da nuvem ou ter planos de sê-lo no futuro. Pedimos então que os líderes definissem "nativo da nuvem", e as respostas foram as mais variadas. Alguns dizem que é simplesmente estar na nuvem. Outros, que é nascer dentro dela. Há ainda aqueles para quem o "nativo da nuvem" incorpora elementos específicos da infraestrutura, como microsserviços e contêineres.

cloud native survey

 

cloud native definition

 

A verdade é que o nativo da nuvem e muitos de seus recursos e benefícios são mal compreendidos. Mesmo a definição da Cloud Native Computing Foundation (CNCF) deixa a desejar quanto à clareza:

"As tecnologias nativas da nuvem capacitam as organizações a criar e executar aplicativos escaláveis em ambientes modernos e dinâmicos, como nuvens públicas, privadas e híbridas. Contêineres, malhas de serviço, microsserviços, infraestrutura imutável e APIs declarativas exemplificam essa abordagem."

Os líderes perspicazes de TI avaliam as operações em nuvem de forma frequente e consistente. Mas avaliações precisas dependem de informações precisas. Você tem as informações certas? Ou será que concepções errôneas, ultrapassadas e facilmente dissipáveis sobre o desenvolvimento nativo da nuvem estão impedindo você de perceber todo o potencial dele?

Os maiores equívocos sobre o nativo da nuvem

Muitos dos equívocos em voga sobre o desenvolvimento nativo da nuvem impedem que os líderes de tecnologia explorem as práticas nativas como um meio de promover a adoção da nuvem. E isso é uma pena, porque os benefícios são reais. Pesquisas demonstram que as ferramentas nativas da nuvem podem encurtar os ciclos de lançamento e, geralmente, ajudam as organizações a desenvolver produtos com mais rapidez e a atualizá-los de forma mais confiável. Aqui estão os mitos mais difundidos e alguns esclarecimentos sobre os benefícios reais que o nativo da nuvem pode oferecer:

Mito 1: "Nativo da nuvem" significa apenas estar na nuvem.

Este é o equívoco mais fácil de corrigir. Empresas que hospedam algumas ou todas as operações na nuvem não são necessariamente nativas da nuvem. Outro equívoco — partilhado por 28% das pessoas a quem pedimos para definir o termo — é que "nativo da nuvem" significa a empresa ter nascido na nuvem. Também não é verdade. É possível que uma empresa tenha parte significativa de seus dados hospedados na nuvem e não seja considerada nativa da nuvem. Essas empresas podem ser comparadas a alguém que vive em um luxuoso complexo de apartamentos, mas nunca usa a piscina, o serviço de lavanderia ou outras comodidades que facilitam a vida. Em vez disso, elas migraram para a infraestrutura hospedada na nuvem e agora consideram sua transformação concluída.

Mito 2: Ferramentas "típicas da nuvem" também não tornam você um nativo da nuvem.

A definição de nativo da nuvem da CNCF menciona contêineres, APIs declarativas e outros elementos como característicos de uma estratégia nativa da nuvem. Mas, só porque você incorporou uma dessas ferramentas ou seu provedor de nuvem as oferece, não significa necessariamente que você aproveitou os benefícios das estratégias nativas da nuvem. Por outro lado, uma empresa não precisa necessariamente usar essas ferramentas para ser considerada nativa da nuvem. Na verdade, é falsa a crença de que algum conjunto de ferramentas seja pré-requisito para essa estratégia. O simples fato de ter um martelo não faz de você um carpinteiro.

Mito 3: O nativo da nuvem é uma mudança única.

Assim como as estratégias de transformação digital que as precederam, as estratégias nativas da nuvem não são estáticas. Pelo contrário, elas exigem que a forma como pensamos na nuvem evolua. Por um lado, não dá para definir a nuvem simplesmente pelo ROI monetário. Aqueles com processos genuinamente nativos da nuvem reconhecem que o real valor está nos tempos de implantação mais rápidos e na maior agilidade. Também é preciso mudar sua estrutura de tomada de decisões. A tecnologia de nuvem evolui rapidamente, então o que pode parecer uma estratégia ou tecnologia errada hoje talvez seja exatamente o que você vai precisar daqui a cinco anos. Por exemplo, usar contêineres pode não fazer muito sentido para a sua organização no momento, mas talvez seja indispensável para rodar em hiperescala no futuro. É importante lembrar que uma estratégia nativa da nuvem pode demandar reverificação. Tecnologias e empresas mudam rápido demais, e decisões únicas não se prestam a acompanhá-las.

Esses mitos sobre o nativo da nuvem se estendem para além dos argumentos semânticos — são equívocos fulcrais sobre estratégia que impedem as empresas de realizar grandes melhorias. Pense de forma diferente na sua abordagem para desenvolvimento nativo da nuvem, e você poderá acelerar seu tempo de lançamento no mercado e adotar uma estratégia de nuvem que evolua e se adapte ao longo do tempo.  Lembre-se disto: o nativo da nuvem não tem tanto a ver com a tecnologia, e sim com todo o paradigma das operações computacionais e empresariais.

 

Join the Conversation: Find Solve on Twitter and LinkedIn, or follow along via RSS.

Stay on top of what's next in technology

Learn about tech trends, innovations and how technologists are working today.

Subscribe

technology budgets report

Relatório: Orçamentos de Tecnologia – Gerenciando a Mudança de Prioridades

About the Authors

Amir Kashani

VP, AWS Cloud Native Development

Amir Kashani

As VP of AWS Cloud Native Development, Amir Kashani leads a team focused on building cloud-first software solutions for customers across a wide variety of industries. With over 20 years of technical experience and having led product and engineering teams for over ten years, Amir oversees delivery of solutions that reshape how companies embrace the cloud. As a trailblazer of cloud native development, Amir has helped break barriers to cloud native adoption, including in areas of serverless computing and IoT. Amir previously served a similar role at Onica, which was recently acquired by Rackspace. Prior to that, he was co-founder of Sturdy Networks, overseeing technical delivery through to the acquisition by Onica. Amir holds a B.S. in Information & Computer Science from University of California, Irvine.

Read more about Amir Kashani