Podcast (áudio de 37 minutos)

A recuperação do esgotamento do desenvolvedor

Esses desenvolvedores falam por experiência. Todos eles já experimentaram alguma forma de esgotamento. 

Rackspace Staff - Cloud Talk / Rackspace

Embora raramente discutido, o esgotamento do desenvolvedor ocorre com mais frequência do que a maioria dos líderes de tecnologia imagina. Não é surpresa nenhuma que ele esteja à espreita nas equipes de alta tecnologia atuais — principalmente quando consideramos o que está em jogo. Cronogramas acelerados de desenvolvimento. Prazos extenuantes. Intensas pressões competitivas. É o bastante para levar ao limite até a pessoa mais paciente. O que os líderes de tecnologia podem fazer para detectar o esgotamento antes que ele prejudique as equipes?

Os desenvolvedores Chris O'Malley, Richard Dancsi e Gwen Faraday se juntam ao apresentador Jeff DeVerter para debater o assunto neste episódio do Cloud Talk. Esses desenvolvedores falam por experiência. Todos eles já experimentaram alguma forma de esgotamento.

"Em 2016, eu era um desenvolvedor irritado numa start-up", explica O'Malley. "A gente trabalhava horas a fio para resolver um problema atrás do outro. Os projetos estavam fracassando, e eu vivia cada vez mais irritado. Mas guardava tudo para mim. Não expressava meus sentimentos. Tentei lidar com a frustração saindo do trabalho para relaxar em casa, mas as frustrações penetravam em cada aspecto da minha vida. Tudo isso configurava os sintomas clássicos do esgotamento."

Hoje, O'Malley adora compartilhar sua experiência com outras pessoas. Ele espera ajudar outros desenvolvedores a perceber que não precisam sofrer sozinhos.

Ouça agora para saber mais sobre:

  • Reconhecer os três padrões de esgotamento do desenvolvedor — irritado, retraído e sem rumo
  • Perceber quando é mais inteligente abandonar um trabalho do que continuar sofrendo
  • Dentro das empresas, criar uma cultura de reconhecimento e conquistas coletivas
  • Por que os gerentes devem agendar verificações regulares com os desenvolvedores para conferir como eles estão
  • Como definir o escopo dos projetos antecipadamente e estabelecer limites para as expectativas
  • Respeitar a importância de garantir que os funcionários conduzam o equilíbrio saudável entre vida e trabalho

É possível o desenvolvedor recuperar-se do esgotamento. A recuperação de O'Malley envolveu mudança de mentalidade e troca de emprego. "Como desenvolvedores, somos atraídos pela tecnologia, pois somos curiosos e gostamos de explorar. Curtimos mergulhar nas profundezas. Adoramos ter um belo problema para resolver. Mas eu aprendi que era necessário tirar o pé e me afastar de vez em quando. Eu precisava de tempo para descomprimir do estresse do trabalho."

Não é responsabilidade dos desenvolvedores mitigar e evitar o esgotamento. "Nove em cada 10 vezes, o esgotamento do desenvolvedor é responsabilidade da liderança", afirmou DeVerter. "Os planos certos não eram colocados em prática. Ocorriam simulações de incêndio a toda hora. Não havia cuidado para com as pessoas da equipe. Cabe ao gestor administrar todas essas situações."

"Sim, eles têm a enorme responsabilidade de reconhecer esses sinais e as condições que criam o esgotamento", comentou O'Malley. "Eles precisam estabelecer processos para lidar com isso, tais como comunicar-se proativamente com os desenvolvedores, dar-lhes pausas quando for necessário, orientar claramente sobre os projetos e evitar problemas equivalentes no futuro. No longo prazo, terão membros de equipe mais felizes e saudáveis e alcançarão um melhor desenvolvimento de produtos."

Listen & Subscribe:
Subscribe via Apple Podcasts Subscribe via Google Podcasts Subscribe via Spotify Subscribe via Stitcher Subscribe via TuneIn

Participe da conversa: encontre o Solve em Twitter and LinkedIn, ou siga através de RSS.

Série sobre soluções para estratégia

Inscreva-se em um ou todos os eventos globais com influenciadores, especialistas, técnicos e líderes do setor

Crie sua conta já