Destaques da palestra do AWS re:Invent 2020 de Andy Jassy

Ross Lawrie

two people looking at computer screen, with one person pointing to the screen

 

O AWS re:Invent de 2020 terá uma incrível palestra de abertura, com Andy Jassy mostrando uma infinidade dos novos serviços e recursos durante sua apresentação. De bancos de dados a machine learning, de computação em nuvem a soluções híbridas, de contêineres a armazenamento em disco, há muito o que escrever em apenas um artigo, então, aqui estão apenas alguns destaques.

 

Babelfish for Amazon Aurora PostgreSQL

Um dos maiores anúncios é extremamente importante para os clientes que estão fazendo a migração de instalações locais para a nuvem, e seus desafios em relação ao Microsoft SQL Server em particular. Isso geralmente representa um grande custo de operação devido ao licenciamento, mas a mudança para um mecanismo alternativo como o PostgreSQL é assustadora devido ao trabalho necessário para atualizar aplicativos e consultas. Com o Babelfish for Aurora PostgreSQL, os clientes podem habilitar um endpoint compatível com o SQL Server para o cluster do Aurora PostgreSQL, que pode lidar com comunicações T-SQL e TDS de aplicativos existentes, sem a necessidade de atualizações. Isso permitirá que você remova ou reduza rapidamente licenças caras sem as dores de cabeça de criar um novo esquema ou alterar todas as suas consultas. Como bônus adicional, em 2021 a AWS transformará o Babelfish em código aberto para que ele possa ser validado e aprimorado pela comunidade. No momento, o Babelfish está disponível em visualização prévia.

 

Amazon ECS Anywhere e Amazon EKS Anywhere

Os contêineres constituem peça fundamental de muitos ambientes nos dias de hoje, então, era provável que haveria pelo menos um anúncio sobre eles. Mas aqui temos dois, e dos grandes. O Amazon ECS Anywhere e o Amazon EKS Anywhere permitem que as organizações implantem tarefas de EKS e ECS em qualquer ambiente, seja na infraestrutura usual da AWS ou em suas infraestruturas locais. O painel de controle continua a ser implantado na AWS, mas a partir daí você pode usar a API de serviço regular para implantar e gerenciar contêineres em qualquer ambiente. Isso será extremamente útil, pois permitirá que as organizações usem hardware existente enquanto ainda seguem suas metas de mudança para a nuvem. Além disso, isso pode alimentar interações de latência baixa dentro de centros de dados locais para tais requisitos. Os serviços estarão disponíveis no próximo ano.

 

Container Image Support for AWS Lambda e AWS Proton

O próximo é o Lambda. Um desafio frequente para os clientes que usam o Lambda é gerenciar a implementação de suas funções, bem como o gerenciamento de crescentes arquiteturas de microsserviço com tecnologia Lambda. Com isso em mente, dois anúncios feitos hoje visam aliviar essa questão: o Container Image Support para Lambda e o AWS Proton. O Container Image Support permite empacotar as funções do Lambda como imagens de contêiner, permitindo que as equipes também aproveitem todos os pipelines de construção e implementação de contêiner existentes para suas funções Lambda. O AWS Proton é um serviço de implantação totalmente gerenciado para aplicativos de contêineres e sem servidor, com o objetivo de facilitar em muito o gerenciamento de microsserviços extensos. As pilhas de aplicativos são definidas contendo tudo, desde a infraestrutura até o pipeline de implantação, simplificando bastante o gerenciamento do fluxo de CI/CD. O Proton também permite a inspeção e o monitoramento dos processos de implantação, fornecendo uma trilha clara sobre quem implantou o quê e quando. Os dois já estão disponíveis.

 

Io2 Block Express

Com um grande foco na solução da implementação de SANs na nuvem, o io2 Block Express foi anunciado hoje, permitindo a implantação de volumes de blocos massivos e altamente eficientes — até 64 TiB, 256.000 IOPS e 4000 MBps de taxa de transferência, o que representa até 4 vezes o desempenho de volumes io2 regulares. No momento, o serviço está disponível em visualização prévia, e a AWS está planejando o lançamento de recursos adicionais para o próximo ano, como Multi-Attach, Elastic Volumes, cercas de E/S e restauração de Snapshot. Os volumes do io2 Block Express EBS estão atualmente disponíveis em visualização prévia.

 

Amazon Connect

Outro destaque foram todas as melhorias feitas no serviço de call center Amazon Connect, que permite fácil criação e gerenciamento de um call center. Os aprimoramentos buscam aproveitar o machine learning para melhorar as interações entre clientes e agentes. O Amazon Connect Wisdom usa o machine learning para detectar o conteúdo das chamadas e coloca informações relevantes na frente dos agentes para ajudar os clientes com mais rapidez e precisão. Os Amazon Connect Customer Profiles são capazes de unificar informações de clientes de várias fontes para disponibilizar insights sobre o cliente aos agentes. Problemas de experiências de cliente negativas podem ser detectados em tempo real durante uma chamada pelo Amazon Connect Real-Time Contact Lens, que pode então ser usados para escalar as chamadas aos supervisores e, ao mesmo tempo, fornecer transcrições das chamadas. O Amazon Connect Tasks unifica o gerenciamento de todas as tarefas associadas ao call center e permite o roteamento fácil por meio de ferramentas existentes. Por último, mas não menos importante, o Amazon Connect Voice ID usa o machine learning para criar assinaturas de voz para os chamadores, permitindo a identificação por meio de conversas naturais sem a necessidade de perguntas de autorização por parte dos agentes com base na certeza do modelo.

 

Essas informações abrangem apenas uma pequena parte da apresentação principal e não se aprofundam nos volumes do gp3 EBS de alto desempenho, no Amazon DevOps Guru, que fornece informações de machine learning de máquina sobre infraestrutura e configuração, no SageMaker Pipelines, que fornece CI/CD para fluxos de trabalho de ML, dispositivos AWS Outpost menores (formulários 1U e 2U) e muito mais!

A palestra de Andy Jassy é um surpreendente pontapé inicial do evento deste ano, mostrando claramente a motivação da AWS em fornecer serviços orientados ao cliente que ajudam a inspirar invenções e acelerar a adoção da nuvem. Este ano, a re:Invent terá três semanas de palestras e sessões; portanto, ainda teremos mais grandes anúncios a revelar que continuaremos destacando aqui.

 

Explore os anúncios e atualizações da re:Invent