Article (leitura de 4 minutos)

Como sobreviver à jornada da transformação digital

A transformação digital pode ser um cavalo de Troia. Enquanto você acha que está abrindo as portas para uma nova base digital, em vez disso...

Jaret Chiles / Rackspace

Este é um momento desafiador para ser CIO no ambiente de TI corporativo. A função evoluiu de chefe administrativo de TI para facilitador corporativo dinâmico. O "I" de "CIO" poderia significar agora "inovação" em vez de "informação".

E, a menos que a sua empresa tenha nascido na nuvem, isso significa que você provavelmente precisará transformar muito o ambiente digital da sua empresa para inovar.

A transformação digital costuma ser um cavalo de Troia: você acha que está recebendo um novo cavalo de madeira digital e reluzente, mas, em vez disso, está abrindo as portas para uma avaliação geral dos processos empresariais e do trabalho diário dos funcionários.

Então, qual o verdadeiro significado da transformação digital? Vai muito além da transferência de aplicativos para a nuvem ou da saída da central de dados. É uma reconsideração holística dos processos empresariais, além de como o seu envolvimento com a área de TI atende aos negócios. Trata-se de dar sentido ao caos de pessoas, processos e tecnologia. Pode envolver a reengenharia da arquiteturas do software, a alteração da maneira como o hardware é adquirido e onde ele é usado, ou uma nova análise de como os dados são armazenados e processados.

A aceitação do doloroso processo de descoberta.

Antes de iniciar qualquer transformação digital, talvez seja necessário aceitar a dor do processo de descoberta. Fazer uma revisão dos processos e procedimentos da empresa deve ser o primeiro passo, mesmo que isso não pareça estar relacionado ao objetivo final. Talvez você se pergunte: o que o processo comercial da minha empresa tem a ver com a tecnologia que eu uso? A realidade é que a maneira como você usa a tecnologia e onde ela afeta o seu negócio definirá o modo como as pessoas vão usar, aceitar e adotar novas tecnologias no futuro. 

Além disso, a descoberta do processo muitas vezes revelará maneiras de trabalho que faziam sentido no passado, mas que não fazem agora. Embora se tenha identificado um risco importante há um, dois ou dez anos, quando o processo foi estabelecido, talvez esse risco não exista mais, mas o processo foi mantido para manter a coerência e não para atender a uma necessidade empresarial real.

A descoberta do processo traz o benefício adicional de ajudar a identificar a tecnologia adequada para a transformação digital. Estabelecer exatamente quais processos precisam mudar, e como precisam mudar, ajudará a estabelecer as bases para a seleção da tecnologia adequada para a sua equipe e para a empresa no futuro. 

Como é, exatamente, o processo de transformação digital?

A transformação digital é um processo dinâmico que difere de uma organização para outra. Entretanto, o objetivo comum em todas as organizações deve ser fazer com que a área de TI deixe de ser inflexível e reativa e passe a ser proativa, ágil e alinhada aos negócios. Independentemente do hardware, do software ou da infraestrutura da sua empresa, esse processo pode ser dividido em cinco etapas:

Determine como alinhar a TI e os negócios

Essa primeira etapa é crucial. Nessa fase, não é necessário preocupar-se com desafios logísticos. Em vez disso, pense alto e estabeleça um consenso sobre os seus objetivos e a sua visão para o alinhamento entre os negócios e a TI. A comunicação clara dos motivos da transformação e dos benefícios que ela traz pode ajudá-lo a conquistar a adesão da liderança da sua empresa, mesmo fora da área de TI.

Examine todas as facetas do ambiente da sua empresa

É aqui que as coisas ficam um pouco mais desafiadoras no que se refere à logística. Será necessário inventariar, avaliar e documentar todas as áreas da TI da empresa, incluindo cargas de trabalho, aplicativos, fluxos de trabalho, sistemas e centrais de dados. Ao longo do caminho, procure por focos de problemas e áreas que possam ganhar mais eficiência.

Projete a abordagem da transformação

Com base nas descobertas das duas primeiras etapas, você estará pronto para planejar a estratégia do projeto de arquitetura, os processos de aplicativos e os fluxos de trabalho. Você deverá estar ciente de como uma ação em uma área pode afetar outras áreas da empresa. A adesão, a educação e a comunicação das partes interessadas são fundamentais durante esta fase.

Comece a migrar (mas comece aos poucos)

A fase de migração da transformação digital é onde a teoria encontra a realidade. Comece aos poucos e prossiga com projetos cada vez maiores. Obviamente, é necessário levar em consideração também os planos de continuidade e contingência durante esta fase. E quando concluir a migração, será necessário definir um novo processo de gestão.

Ajuste e otimize constantemente

Ao transformar o departamento de TI de um centro de custos em um parceiro de negócios proativo, você verá melhorias operacionais consideráveis. Com menos silos e mais automação, você terá mais tempo para se concentrar nas melhorias contínuas e progressivas em toda a organização.

Não imposta se você está apenas começando ou se está a meio caminho da transformação digital, algumas armadilhas e caminhos errados que é preciso evitar durante esse processo. Eles podem fazer a diferença entre uma transformação realizada com sucesso e uma que ficará travada no caminho.

Como saber se está no caminho do sucesso? Comece com as perguntas: “Definimos claramente nossos objetivos? Priorizamos corretamente esses objetivos? Temos a adesão de que precisamos e, se não temos, sabemos como consegui-la? Temos a experiência necessária para gerenciar esse processo, sem sacrificar as operações diárias?”

O e-book, “Avoiding Digital Transformation Pitfalls” (Como evitar as armadilhas da transformação digital), analisa de maneira realista os muitos obstáculos e riscos que surgem em qualquer iniciativa de transformação digital abrangente, bem como maneiras de evitá-los ou, pelo menos, de minimizar o impacto.

 

 

Participe da conversa: encontre o Solve em Twitter and LinkedIn, ou siga através de RSS.

Sobre o autor

Diretor sênior, serviços profissionaisJaret Chiles

Jaret Chiles uniu-se à Rackspace em 2007 como especialista residente na área de adoção da nuvem e segurança da informação. Em 2012 ele ajudou a liderar uma equipe pioneira de arquitetura de soluções em nuvem, utilizada para as oportunidades com...

Leia mais


Série sobre soluções para estratégia

Inscreva-se em um ou todos os eventos globais com influenciadores, especialistas, técnicos e líderes do setor

Crie sua conta já