Article (leitura de 6 minutos)

O que podemos esperar para 2021? Ponderações de nosso CTO para Europa, Oriente Médio e Ásia.

Empresas e funcionários capacitados exigem tecnologia capacitada.

Simon Bennett / Rackspace Technology

O CTO para EMEA da Rackspace, Simon Bennett, reflete sobre o futuro do trabalho e como capacitar a equipe, assumir riscos e ter uma abordagem nativa da nuvem são as chaves para o sucesso na esteira da crise da Covid‑19. 

A pandemia de 2020 mudou tudo, incluindo a forma como trabalhamos. O que o ano de 2021 tem reservado para o escritório do futuro, para a cultura corporativa e para a tecnologia de nuvem subjacente que está possibilitando essas mudanças? A seguir estão minhas previsões para o próximo ano e um pensamento final sobre o potencial para uma integração tecnológica surpresa.

Previsão 1: o escritório como espaço de colaboração

Os escritórios voltarão a ser os mesmos? Na minha opinião, não. Eu não imagino fileiras de mesas e estações de trabalho sendo composta por pessoas, digitando códigos em teclados, escrevendo relatórios ou atendendo aos requisitos do cliente. Por causa da pandemia de 2020 e a obrigatoriedade de se trabalhar em casa, a cadeia entre a mesa e o teclado foi quebrada. A tendência de trabalho remoto não é suscetível de ser revertida tão cedo, caso seja.

Em vez disso, os escritórios se tornarão locais de colaboração, onde colegas de trabalho e clientes podem se reunir quando necessário para inovar e criar. Trabalhar em casa, distante de colegas e clientes, frustrou muitas pessoas que anseiam pelo discurso presencial necessário para ajudar as ideias a florescer e evoluir em grandes soluções que proporcionam sucesso nos negócios.

A redefinição de espaços de escritórios para locais de reunião em busca de inovação colaborativa tem um duplo benefício: (1) com a equipe vindo ao escritório apenas para reuniões, a empresa pode facilmente aderir aos regulamentos de distância social, e (2) a empresa pode continuar a aproveitar seu ativo mais importante — o capital intelectual (pessoas), que é primordial para a produtividade, prosperidade e crescimento contínuos.

É claro que nem todas as funções de trabalho são adequadas para esse tipo de ambiente em casa/escritório ou híbrido. Se você for um agente de atendimento ao cliente, por exemplo, pode efetivamente trabalhar em tempo integral em casa. Mas, se o seu papel requer algum grau de criatividade, as reuniões presenciais são essenciais para discutir novas ideias e transformá-las em realidade. Essas sessões de brainstorming podem ocorrer em um local de escritório central ou em centros de escritório satélite menores e mais convenientes para funcionários localizados remotamente.

No passado, a confiança era a principal razão pela qual o trabalho remoto não era geralmente aceito ou adotado. A pandemia de 2020 e a necessidade trabalhar em casa mostraram que as pessoas podem realmente trabalhar dessa maneira, com sucesso e segurança. Cada vez mais, estamos vendo o “gerenciamento de trabalho remoto” aparecendo entre as habilidades em anúncios de emprego, já que agora é possível contratar pessoas remotamente de todo o país e do mundo inteiro. A segurança adequada pode ajudar a minimizar as violações de dados. Inovações futuras, como o 5G, melhorarão ainda mais a conectividade e a segurança.

Previsão 2: assunção de riscos para capacitação de seu negócio

Muitos de nossos clientes assumiram riscos maiores em 2020, achando necessário adotar o trabalho remoto e se adaptar rapidamente às tecnologias digitais. Os longos processos normais para documentar, assinar, aprovar e executar mudanças em suas organizações foram deixados de lado em nome da continuidade dos negócios e da sobrevivência.   

Após a pandemia, quando as coisas voltarem a alguma aparência de normalidade em 2021 (esperamos), as empresas voltarão às antigas formas de fazer negócios? Eu acho que não. As organizações progressistas tornaram-se mais enxutas e ágeis. Elas perceberam que capacitar unidades de negócios e indivíduos para operar de forma mais autônoma deve permanecer no centro de suas abordagens — pelo menos parcialmente. Os dias de estruturas rígidas de comando e controle acabaram. 

Tudo tem a ver com confiança. Ter confiança na equipe para tomar decisões ajudou as empresas a permanecerem em funcionamento diante de circunstâncias em constante mudança. Além disso, dar aos funcionários mais controle promove novas ideias e as leva da ideação à execução mais rapidamente. Recompense os indivíduos que prosperaram na mudança e provaram seu valor. Dê a esses aventureiros espaço suficiente para florescer. Ao mesmo tempo, respeite os membros da equipe que são mais resistentes à mudança. Eles podem ser encorajados de outras maneiras. Uma empresa precisa dos dois tipos de funcionários.

Na minha função anterior, eu era conhecido por desafiar as ideias estabelecidas e as maneiras de fazer as coisas. Encorajei minhas equipes a avaliar problemas de diferentes ângulos, questionar a norma e fazer as coisas da melhor maneira para os clientes. A instituição deve estar disposta a ser desafiada, ou os melhores profissionais sairão.

Uma organização que possa alavancar essas novas formas de trabalhar e adotar uma cultura corporativa que capacite a equipe e abrace o risco será capaz de competir de forma eficaz. Os funcionários que adotarem o risco provavelmente superarão seus pares.

Previsão 3: nativo da nuvem como um diferencial de negócios

Empresas e funcionários capacitados exigem tecnologia capacitada. É aqui que o conceito de nativo da nuvem se encaixa.

As unidades de negócios vão exigir muito mais da tecnologia do que apenas refatorar aplicativos para a nuvem. Uma migração básica de serviços existentes para a nuvem não é suficiente para uma organização obter uma vantagem competitiva sobre seus pares.

Os proprietários de empresas precisam projetar aplicativos desde o início, utilizando dados gerados pelo seu diferencial mais valioso: a experiência do cliente. Insights mais profundos sobre o uso dos seus serviços pelos clientes são essenciais para melhorá-los. O atendimento aprimorado leva a um nível mais alto de satisfação e fidelidade do cliente e, em última análise, impacta diretamente os resultados.  

É a abordagem nativa da nuvem que torna isso possível. Pense no nativo da nuvem como um diferencial de negócios — uma abordagem que pode transformá-los.

Nativo da nuvem significa desenvolver aplicativos ou serviços para aproveitar ao máximo a tecnologia em que eles são executados. Ao utilizar totalmente a tecnologia subjacente, você pode projetar seus aplicativos desde o início para capturar todos os dados associados à jornada do cliente, desempenho do serviço e outras estatísticas importantes. Esses insights fornecem uma compreensão de nível superior da experiência geral do cliente, o que, por sua vez, permite que sua empresa melhore o serviço.

O custo de desenvolver novamente seus aplicativos usando uma abordagem nativa da nuvem pode parecer excessivamente caro. No entanto, na maioria dos casos, os benefícios superam muito os custos e os esforços. Um aplicativo nativo de nuvem ágil e bem projetado — um que seja verdadeiramente escalonável, seguro e resiliente, mais rápido de implantar, mais fácil de manter e mais simples de atualizar sob demanda — proporcionará significativamente mais benefícios para os negócios no final. Esses atributos permitirão que você venda novas funções, ofereça serviços de maior valor e ganhe novos clientes — tudo em um ritmo competitivo.

Os proprietários de empresas estão analisando mais holisticamente os custos gerais relacionados aos aplicativos. Eles estão analisando além dos custos previstos com o desenvolvimento de aplicativos e manutenção e expansão futuras. O mais importante é o valor contínuo e de longo prazo do aproveitamento dos dados e a análise desses insights para melhorar a experiência do cliente.

A garantia de que seus clientes tenham uma excelente experiência será a chave para a longevidade e o crescimento do seu negócio. Esse é o verdadeiro custo de propriedade em um mundo pós-Covid.

Pensamento final: IoT+5G+Edge

Em 2021, acredito que alguém criará uma solução incrível — um aplicativo fenomenal que combine Internet das Coisas (IoT), 5G e edge computing de uma maneira não pensada anteriormente. Houve muito exagero em torno da promessa dessas três tecnologias, e algumas ideias simples em pequena escala, mas nada realmente surpreendente surgiu ainda.  

Devido à nova cultura corporativa de tomada de riscos mencionada acima, 2021 pode ser o ano em que essas três tecnologias se integrem de forma revolucionária. Vamos todos dizer: “Se eu tivesse tido essa ideia!”, como se fosse óbvio. 

Ponha a sua mente para funcionar. Quem sabe você será o novo gênio da lâmpada?

Participe da conversa: encontre o Solve em Twitter and LinkedIn, ou siga através de RSS.

Stay on top of what's next in technology

Learn about tech trends, innovations and how technologiest are working today.

Subscribe

Sobre o autor

CTO para EMEA Simon Bennett

Como diretor de tecnologia para a região da Europa, Oriente Médio e África na Rackspace Technology, o objetivo de Simon é oferecer valor final aos clientes através de soluções e serviços de multinuvem de classe mundial. Ele se concentra em...

Leia mais

Série sobre soluções para estratégia

Inscreva-se em um ou todos os eventos globais com influenciadores, especialistas, técnicos e líderes do setor

Crie sua conta já