Article (leitura de 2 minutos)

Três estatísticas de gestão de custos que os líderes de TI não podem se dar ao luxo de ignorar

O relatório completo revelou uma série de insights sobre o estado dos orçamentos de TI. Eis três conclusões importantes:

Jeff DeVerter / Rackspace

Em junho de 2020, encomendamos uma pesquisa global sobre gestão de custos. Após as mudanças provocadas pela COVID-19, em meio à contínua transformação da TI, ficamos particularmente interessados em como os líderes de TI estavam gerenciando orçamentos e se ajustando ao impacto da pandemia. A pesquisa consultou mais de 1.500 decisores de tecnologia em dez países. Participaram CSOs, CIOs, CTOs e outros decisores de TI do setor público/governo, saúde, mídia, serviços financeiros, manufatura e varejo.

O relatório completo revelou uma série de insights sobre o estado dos orçamentos de TI. Eis três conclusões importantes:

  1. 50% dos entrevistados não conhecem a definição de governança de custos. A pesquisa constatou confusão generalizada acerca das definições de otimização de custos e governança de custos, que compõem os principais elementos da gestão de custos. Sem definição e compreensão claras de como implementar essas práticas vitais, as organizações estão desperdiçando a oportunidade de aproveitar melhor os gastos com TI. Os dados também revelaram que a TI compartilha decisões orçamentárias com cada vez mais grupos dentro da empresa.
  2. 80% tiveram aumento inesperado de gastos durante o T2. Os orçamentos estão crescendo, mas não da forma como você imagina. Para sobreviver à pandemia, as organizações investiram pesado em tecnologia para manter-se à tona. E não há sinal de que esse gasto vá retroceder tão cedo. Enquanto isso, os gastos em outras iniciativas vitais, como segurança e transformação digital, foram colocados em segundo plano.
  3. 42% planejam utilizar uma nova infraestrutura em nuvem para cortar custos. As organizações que estavam desconfiadas da nuvem ou migrando para ela de forma lenta estão agora avançado a todo vapor, incentivadas pelo desempenho da nuvem durante a crise. Enquanto buscam se recuperar, tais organizações concentram-se em substituir os complexos recursos de data center por elementos baseados na nuvem.  

Em geral, os dados da pesquisa revelaram que a gestão de custos é uma prioridade para os líderes de TI. Pressionados por demandas de modernização e transformação, ao mesmo tempo em que lidam com o impacto de uma pandemia global, os líderes de TI tiveram que tomar decisões difíceis para manter as coisas funcionando. Muitas dessas decisões foram tomadas sem o respaldo de uma estrutura de governança, otimização e gerenciamento de custos. À medida que a crise diminuir, os líderes terão que reavaliar as decisões e determinar onde investir melhor o dinheiro da TI para se manterem competitivos e se prepararem para o que vem a seguir.

Baixe o relatório completo: Orçamentos de Tecnologia – Gerenciando a Mudança de Prioridades, que traz mais insights e análises sobre o estado da gestão de custos para ajudar você a orçar com vistas ao futuro.

Baixar o relatório completo

 

Participe da conversa: encontre o Solve em Twitter and LinkedIn, ou siga através de RSS.

Sobre o autor

CTO, produtos e serviçosJeff DeVerter

Jeff conta com 25 anos de experiência em TI e tecnologia e trabalha na Rackspace há mais de 10 anos. Jeff é um líder estratégico reconhecido, que ajudou empresas como American Express, Ralph Lauren e Thompson Reuters a criarem e executarem...

Leia mais


Série sobre soluções para estratégia

Inscreva-se em um ou todos os eventos globais com influenciadores, especialistas, técnicos e líderes do setor

Crie sua conta já