Article (leitura de 5 minutos)

Como o nativo da nuvem beneficia a experiência do cliente?

Em uma época em que sua empresa precisa responder rapidamente, o nativo da nuvem desempenha um papel ao permitir mais realizações, com mais...

Taylor Bird / Onica, a Rackspace company

Nuvem nativa é um termo utilizado por muitos, mas que poucos realmente conhecem. Talvez isso se deva, em parte, à percepção equivocada de que o termo é binário; algo é nativo da nuvem ou não é. Na verdade, o termo nativo da nuvem trata-se mais de uma abordagem ou conceito, com um espectro de níveis. Em um extremo desse espectro, estão as maneiras mais tradicionais de reflexão sobre a infraestrutura da TI, onde as conversas giram em torno dos servidores e de como usar e proteger essas máquinas. No outro extremo desse espectro, está uma maneira transformadora de reflexão, menos sobrecarregada por preocupações com a infraestrutura física e mais concentrada em elementos voltados para aplicativos de níveis mais altos. À medida que seus esforços para a nuvem amadurecem, as organizações podem gerar cada vez mais valor por meio de abordagens e operações mais avançadas, nativas da nuvem, concentrando-se mais em enriquecer seu produto para proporcionar uma melhor experiência ao cliente.

No momento, o termo nativo da nuvem é usado com frequência no contexto da computação sem servidor e contêineres de aplicativos. Mas vale lembrar que, à medida que as metodologias nativas da nuvem evoluem, o mesmo ocorre com as tecnologias determinantes. Por isso, faz mais sentido pensar no que é nativo da nuvem como um conceito abrangente que está em constante evolução.

O que é arquitetura nativa da nuvem?

De acordo com The Cloud Native Computing Foundation, define-se o termo nativo da nuvem como, "resiliente, gerenciável e observável. Combinado à automação robusta, o nativo da nuvem permite que os engenheiros realizem alterações de alto impacto com frequência e capacidade de previsão com o mínimo de esforço." O conceito nativo da nuvem pode influenciar diversos elementos, desde a mentalidade do desenvolvedor até o projeto e a cultura da equipe. Além, é claro, dos sistemas que estão sendo construídos. Para ser considerada uma organização nativa da nuvem, não é necessário realizar a migração total para a nuvem pública. Há diversas maneiras de ser nativo da nuvem em sua abordagem para o desenvolvimento de aplicativos, enquanto ainda conta com centrais de dados, desde que a infraestrutura permita que os engenheiros façam alterações de alto impacto com frequência e previsibilidade, e com um esforço mínimo.Para permitir mudanças rápidas, dimensionamento e resiliência, é necessário haver um distanciamento da infraestrutura subjacente. É por isso que uma visão de TI nativa da nuvem consideraria a infraestrutura como sendo descartável,  provisionada em minutos e redimensionada, escalonada, transferida ou destruída sob demanda, por meio de automação.

Capacitação de funcionários: seus clientes internos

Por ter um histórico de arquitetura e engenharia, estou sempre considerando dois clientes quando o assunto é implementar estratégias de tecnologia. O primeiro cliente é o cliente externo óbvio: a pessoa que compra produtos e serviços da sua empresa. O segundo cliente é o cliente interno: as equipes de desenvolvimento que são diretamente afetadas pela abordagem e pela tecnologia. Esses dois clientes estão definitivamente vinculados.

Seus clientes internos desenvolvem, mantêm e gerenciam os sistemas utilizados por seus clientes externos. O estímulo da criatividade e da agilidade nas equipes internas aumenta o envolvimento dos funcionários e a qualidade do trabalho. Isso, por sua vez, traz benefícios para os clientes externos que estão usando o seu produto. Eles serão beneficiados pela maior capacidade de resposta, pela redução dos problemas de desempenho e pelos recursos mais inovadores do produto. Por meio da adoção de estratégias que melhoram o fluxo de trabalho dos clientes internos, melhora-se a experiência dos dois tipos de clientes.

Os funcionários envolvem-se mais com os desenvolvedores que inovam com tecnologia de nuvem pioneira, e aplicam maneiras modernas e ágeis de trabalhar, do que se estivessem apenas pensando em 'manter as coisas funcionando'. Os desenvolvedores são pessoas inteligentes que desejam empregar seu tempo, resolvendo problemas complexos, e não impedindo a falha dos sistemas de TI antigos. A automação da solução previsível de problemas é uma parte importante da abordagem nativa da nuvem para a TI, que ajuda a aproveitar melhor o tempo da equipe interna, tempo que antes era gasto em trabalhos manuais maçantes, o que permite que a equipe se concentre mais em estimular a inovação. Ir além do monitoramento tradicional e avançar para assuntos como a descoberta automática e a correção automática é o que permite soluções rápidas, indolores e proativas de problemas.

Além disso, é importante lembrar que, quanto os funcionários estiverem envolvidos, mais fácil será retê-los e formar equipes de alto desempenho. Será mais fácil também atrair os melhores talentos se a sua empresa tiver uma cultura inovadora, e isso tem a ver com o fato de ser nativo da nuvem. Acredito que se você oferecer aos seus clientes internos um trabalho envolvente e processos eficientes, construirá uma organização mais saudável de forma geral. E uma organização mais saudável geralmente chega ao mercado mais rapidamente e mantém-se à frente da concorrência. Todos saem ganhando.

Qual é o benefício para os seus clientes?

Na era dos aplicativos, as empresas que podem construir e entregar soluções rapidamente, em resposta às necessidades dos clientes, vai atrair e reter seus clientes e construir o sucesso duradouro. As metodologias nativas da nuvem permitem que os desenvolvedores façam a iteração com mais agilidade e lancem software rapidamente, para que possam responder de maneira mais eficaz às necessidades e aos eventos do cliente.

A abordagem tradicional de TI envolvia escrever código para hospedar sistemas. No entanto, a abordagem nativa da nuvem busca solucionar correções diretamente, escrevendo códigos específicos para os problemas. Há também uma natureza flexível e voltada para eventos nas abordagens nativas da nuvem, que permite que as equipes de desenvolvimento projetem aplicativos que se ajustem e flexionem em conjunto com os processos ou eventos reais que conduzem os negócios.

Ao reduzir parte da carga operacional das equipes, elas podem se concentrar na criação de códigos impactantes que façam a diferença. Isso ajuda a reduzir os custos gerais à medida que a sua empresa se redimensiona e reduz as interferências em todo o sistema. Com as equipes internas lançando correções e atualizações com mais regularidade e reduzindo as interferências complexas, os clientes externos verão os benefícios oferecidos com a maior qualidade do produto.

Em uma época em que sua empresa precisa responder rapidamente, o nativo da nuvem desempenha um papel ao permitir mais realizações, com mais velocidade. A abordagem capacita as equipes a criarem um produto de qualidade aproveitando o poder dos serviços da nuvem. Ao avançar ainda mais em direção ao que é nativo da nuvem, sua organização estará melhor posicionada para inovar, transformar e proporcionar experiências mais ricas ao cliente.

Participe da conversa: encontre o Solve em Twitter and LinkedIn, ou siga através de RSS.

Sobre o autor

VP of AWS Products and ServicesTaylor Bird

As VP of AWS Products and Services for Onica, a Rackspace company, Taylor Bird oversees Onica’s technical product strategies and portfolio of services and offerings, focused on combining the unmatched skillsets of Onica’s team...

Leia mais


Série sobre soluções para estratégia

Inscreva-se em um ou todos os eventos globais com influenciadores, especialistas, técnicos e líderes do setor

Crie sua conta já