Está apreensivo sobre a conversão do Classic para o Lightning? Aprenda com o sucesso desta empresa

By RackBlogger -

Sabemos que nunca é fácil mudar e, se a sua empresa já estiver usando o Salesforce Classic por algum tempo, talvez você esteja ansioso pela mudança para a melhor versão do Lightning. Mesmo que você já tenha ouvido falar sobre os inúmeros benefícios da conversão (acesso a novos recursos, maior produtividade e muito mais), talvez ainda esteja indeciso. 

Na RelationEdge, somos especializados em ajudar nossos clientes a alcançarem o sucesso com as soluções tecnológicas adequadas e ajudamos muitas empresas a fazerem a transição do Classic para o Lightning. Entendemos o seu receio e esse processo realmente exigirá planejamento e esforço consciente para ser bem-sucedido, e é exatamente por isso que estamos aqui para ajudá-lo. 

Em um projeto recente com a Stow Company, trabalhamos com a equipe da empresa para garantir que eles estivessem totalmente preparados para a conversão para o Lightning e que não houvesse interrupções no nível do atendimento ao cliente que eles podiam prestar. A Stow Company ficou extremamente satisfeita com a experiência de trabalhar com a RelationEdge, durante e após a implementação do Lightning. 

Agora que estão ativos na plataforma, pedimos à Stow Company que compartilhasse a história da empresa com você para ilustrar o que você pode esperar quando chegar a hora de realizar a conversão da sua empresa. Leia para mais informações!

Por que o Lightning, por que agora?

Observação: é necessário estar preparado para ativar o Lightning para a sua organização dentro de três dias, a partir de 7 de janeiro de 2020. Esse é o caminho para dar início ao seu projeto de conversão!

The Stow Company sabia que havia pouco tempo para realizar a conversão do Classic para o Lightning. Eles ficaram sabendo das notícias sobre o Lightning por parte dos representantes do Salesforce e depois, novamente, no Dreamforce em 2018. Quando a equipe participou do Connections 2019 em Chicago, eles perceberam a quantidade de sessões que falavam da transição do Classic para o Lightning.

Após o Connections, a equipe decidiu que seria melhor usar de proatividade e antecipar-se ao prazo estipulado. "Queríamos realizar uma boa execução, sem que estivéssemos com a corda no pescoço", explicou Mike Wolf, diretor de marketing da The Stow Company. 

A maior prioridade da empresa era executar o Relatório de Prontidão do Lightning no Salesforce. Mike admite que analisar os resultados foi um momento crucial para a equipe, pois eles não sabiam como interpretar o que estavam vendo e perceberam rapidamente que precisavam da ajuda de alguém que pudesse ler esse novo idioma. Reconheceram também que não tinham largura de banda interna suficiente para realizar o projeto de transição sozinhos.

“Sabíamos que precisávamos de alguma experiência externa para nos ajudar a entender melhor como a nossa configuração específica seria afetada e como seria o processo de conversão”, lembrou Mike. Por meio do processo inicial de descoberta, a RelationEdge conseguiu ajudar a The Stow Company a entender completamente o que esperar durante a transição, aliviando a preocupação que tinham e permitindo que criassem um plano de ação sólido.

Como preparar-se para a mudança treinando o usuário final

Para preparar-se para as mudanças iminentes, The Stow Company começou a treinar seus usuários finais. Mike apresentou o Lightning para as equipes por meio de sessões conduzidas por instrutores vários meses antes da troca, para dar aos usuários uma prévia do que estava por vir. Mais tarde, os engenheiros da RelationEdge puderam assumir completamente o treinamento e as orientações relacionadas ao fluxo de trabalho para garantir que os usuários estivessem preparados para usar o Lightning .

A Stow Company identificou também um grupo de teste de usuários internos que além de passar pelo processo de transição com seus colegas de equipe, pudessem também advogar dentro da empresa para incentivar a adoção do usuário. 

Mike entende que o elemento mais importante da conversão tecnológica é garantir que os seus usuários estejam equipados com o que for necessário para manter a eficácia quando o sistema entrar em operação. A maior preocupação da The Stow Company era que os fluxos de trabalho dos usuários não fossem interrompidos quando o Lightning fosse lançado e que os clientes ainda recebessem o mesmo serviço adaptável a que estavam acostumados. Embora isso tenha exigido mais tempo e preparação na linha de frente, a equipe sabia que valia a pena responder às perguntas da equipe e garantir que todos os usuários estivessem no mesmo nível antes do lançamento.

A vida depois do Lightning

Todo o tempo gasto na preparação e nas sessões de treinamento valeu a pena. Em última análise, a Stow Company teve sucesso na transição para o Lightning sem interromper o atendimento ao cliente nem as operações comerciais normais. A empresa está muito satisfeita com os resultados. Houve alguns pequenos redutores de velocidade em relação às integrações de terceiros que precisavam de ajustes, mas elas foram resolvidas sem percalços e com eficiência. No geral, o projeto correu conforme o esperado. 

Hoje, os usuários finais da Stow Company desfrutam de uma interface mais limpa, bem como maior funcionalidade com recursos de relatórios e oportunidades que não estavam disponíveis no Classic. A mudança para o Lightning estabeleceu uma base a partir da qual a empresa pode criar e explorar os recursos novos e ricos disponíveis na plataforma Salesforce. 

Benefícios do trabalho com um parceiro de implementação

Trabalhando com um parceiro de consultoria especializado você saberá exatamente o que esperar no início do projeto e ao longo de todas as fases do trabalho. “Agora estamos trabalhando com a RelationEdge em dois outros projetos, e vocês fazem ótimo trabalho em detalhar todos os principais elementos do projeto: o que precisa ser feito, quanto tempo cada tarefa levará, quem precisa estar envolvido e quais são as dependências”, observou Mike.

Embora saber o que esperar seja realmente muito importante, os benefícios de trabalhar com a RelationEdge no projeto de conversão vai muito além disso. Mike comentou: “Nós realmente colocamos tudo nas mãos da RelationEdge. A equipe da RE ajudou a ler o relatório de prontidão do Lightning, a definir o escopo do projeto, a criar o plano de transição, a executar o plano em nosso ambiente de testes, a treinar os nossos usuários, a implementar o lançamento, ou seja, tudo. Foi uma tremenda ajuda. Eles fizeram todo o trabalho pesado e só precisávamos estar lá para ajudar nas conversas e para tomar decisões importantes.” 

Pronto para informar-se sobre o que é preciso para realizar a conversão do Classic para o Lightning? leia a nossa avaliaçãoaqui e, se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco para começarmos a conversar hoje mesmo