AWS Outposts: construindo a nova nuvem híbrida

By David Beatty -

man smiling and talking on phone while reclining in office chair

 

Nota do editor: uma versão deste artigo foi originalmente publicada no blog da Onica.

As empresas estão adotando a nuvem para impulsionar o crescimento, promover a inovação e aprimorar a experiência do cliente. Mas, às vezes, determinadas cargas de trabalho devem ser mantidas na infraestrutura interna — como nos casos em que é necessário acesso com baixa latência e processamento ou armazenamento local dos dados. Em situações assim, como aproveitar os benefícios da nuvem e, ao mesmo tempo, manter as cargas de trabalho no local?

A principal solução tem sido criar um ambiente híbrido, no qual as cargas de trabalho locais são conectadas à nuvem pública. Isso lhe dá o controle do modelo on-premises com a escalabilidade e elasticidade da nuvem, proporcionando uma solução com o melhor de ambos os mundos.

Mas a AWS está levando o modelo híbrido a um novo patamar. Com o AWS Outposts, a AWS leva a nuvem dela até você — diretamente na sua instalação on-premises ou no data center de sua escolha. Essa abordagem nativa da nuvem para ambientes híbridos inclui toda a infraestrutura, os serviços, as APIs e as ferramentas da AWS.

Um poderoso viabilizador de ambientes híbridos

O AWS Outposts libera o poder de uma plataforma com tecnologia AWS, independentemente da localização, para oferecer uma experiência híbrida verdadeiramente consistente. Chamamos essa abordagem de "Híbrido 2.0", e ela está sendo potencializada com a introdução do AWS Outposts.

Aqui estão três maneiras de como os clientes podem usar o AWS Outposts em suas cargas de trabalho locais:

1. Crie uma vez, implante em qualquer lugar

As empresas estão usando o AWS Outposts para criar consistência entre aplicativos. Como você obtém a mesma infraestrutura de hardware e software e um conjunto consistente de serviços e ferramentas em todos os ambientes, pode criar e executar aplicativos modernos nativos da nuvem em qualquer lugar. Isso significa que você pode desenvolver uma vez e, em seguida, implantar na nuvem AWS ou localmente, sem problemas de compatibilidade.

2. Prepare-se para a adoção da nuvem, nos seus termos

O AWS Outposts também pode servir como um trampolim para a nuvem. Por exemplo, se a sua infraestrutura é complexa e fortemente entrelaçada, você pode usar o AWS Outposts para entender como ela funcionaria na nuvem antes de se comprometer com a mudança. Isso coloca você no controle.

3. Crie primeiro localmente

O AWS Outposts também permite que você crie localmente soluções portáteis, automatizadas e nativas da nuvem enquanto se acostuma com os novos modelos de programação e gerenciamento. Em seguida, quando estiver pronto, poderá movê-las facilmente para a nuvem AWS, um ambiente híbrido ou até mesmo para um Outpost em outra zona local. É como ter "rodinhas de apoio" nativas da nuvem antes de efetivamente colocar as cargas de trabalho em campo.

Comece sua jornada no AWS Outposts

Saiba mais sobre o AWS Outposts e se ele é a opção ideal para você. Em nosso webinar sob demanda, "Redefining Hybrid: Cloud Native On-Premises with AWS Outposts", nossos especialistas compartilham as melhores práticas para todos os aspectos da adoção do AWS Outposts, incluindo modelos de precificação, localização, implementação, otimização e muito mais.

 

Conheça o AWS OutpostsAssistir ao webinar