• Vendas: 1-800-961-2888
  • Suporte: 1-800-961-4454

Instruções sobre a Rackspace Cloud 3 – Modo de salvamento em Cloud Servers Linux


Por que devo usar o modo de salvamento?

Se o seu sistema Linux tiver se tornado não inicializável ou estiver experimentando erros críticos do sistema, você poderá usar o Modo de salvamento para recuperar os dados do seu sistema. Esses problemas podem ser causados por corrupção do sistema de arquivo, corrupção do arquivo de inicialização ou outros erros de configuração. Normalmente, se o seu sistema encontrar algum problema durante o processo de inicialização, você inicializaria em um ambiente em modo de manutenção conhecido como "Modo de usuário único" que lhe permitira fazer login com a sua senha raiz e verificar quaisquer erros. Infelizmente, o uso do "Modo de usuário simples" envolve alguns problemas:

  • O seu sistema é somente leitura e você não pode fazer correções.

  • A maioria dos serviços, como redes, está desativada. Isso impediria que você copiasse os seus dados para outro servidor.
  • Você teria de acessar o servidor usando o Console, que é mais lento do que o login usando um login SSH tradicional.

Para evitar ter de usar o "Modo de usuário único", você pode colocar o servidor em Modo de salvamento por meio do novo Painel de Controle Cloud.

Conteúdo

 

O que é o modo de salvamento?

O modo de salvamento oferece ao usuário raiz acesso total ao sistema de arquivo do servidor não inicializável. Você pode usá-lo para modificar problemas nos arquivos de configuração ou copiar dados do Cloud Server para um local remoto. O "Modo de salvamento" por meio do Painel de Controle Cloud é similar à inicialização no modo de usuário único com rede ativada.

Como colocar o servidor no modo de salvamento

  • Entre no Painel de Controle Cloud e selecione Servidores na parte superior.

 

  • Na lista de servidores, selecione o cog de ação próximo ao servidor desejado e a seguir selecione Entrar no modo de salvamento.

 

  • Quando você clicar em "Entrar no modo de salvamento", leia as informações na janela pop-up, e a seguir pressione o botão marcado com "Entrar no modo de salvamento".

 

 

  • Copie a senha temporária. Você pode usar um cliente SSH para conectar ao servidor usando o endereço IP público e essa senha raiz temporária para login ao modo de salvamento.
  • Clique em "Descartar senha".

 

  • A barra verde à esquerda do nome do servidor mudará para amarelo durante o processo de criação no modo de salvamento e a seguir para vermelho quando o processo for concluído. Isso pode levar vários minutos.

 

                  

Como conectar o servidor no modo de salvamento

  • Quando o servidor entrar no modo de salvamento, você poderá usar o cliente SSH para conectar ao servidor usando o endereço IP público e a senha raiz temporária para fazer login ao modo de salvamento.

Solução de problemas do servidor no modo de salvamento

  • Antes de acessar os arquivos no servidor, você precisará montar o sistema de arquivo do servidor. Para fazer isso, você precisará verificar suas partições para determinar o dispositivo do seu sistema de arquivo. OBSERVAÇÃO: se você planeja usar o fsck neste sistema de arquivo, NÃO MONTE o sistema de arquivo. Depois de conectar ao servidor no modo de salvamento, execute o comando:
fdisk -l

Você verá algo similar ao que é mostrado abaixo:

  • Veja os diferentes nomes de disco encontrados. Uma entrada de disco tem a seguinte aparência:

 

Disk /dev/sdb1: 2147 MB
  • Isso nos mostra o dispositivo e o tamanho do disco. Veja uma descrição dos diferentes discos neste screenshot.
  1. O primeiro bloco, o que tem aproximadamente 2GB, é o sistema de arquivo do modo de salvamento.
  2. O segundo bloco, o que está no screenshot com um tamanho de 10.2GB, é o sistema de arquivo do servidor. Logicamente, o tamanho variará de acordo com o tamanho do servidor.
  3. Se um terceiro bloco for exibido, ele será seu volume de permuta (apenas em Cloud Servers mais antigos).

 

  • Depois de identificar o bloco para o sistema de arquivo do servidor, verifique a parte depois de "Disco", que é similar a um caminho de arquivo. No exemplo acima, o dispositivo é:
/dev/sda1
  • Isso também poderia ser "/dev/sdb1" ou "/dev/xvdb1". Pode ser diferente, dependendo da imagem de distribuição usada para criar o servidor. Agora que você conhece o dispositivo do seu sistema de arquivo, você pode atribuir um diretório a ele e montá-lo para acesso. Conecte o dispositivo do sistema de arquivo ao seguinte comando no lugar de "/dev/diskdevice":
mount /dev/diskdevice /mnt
  • Para /dev/sda1, por exemplo, o comando seria:
mount /dev/sda1 /mnt

  • Agora você pode acessar seus arquivos por meio do diretório /mnt. Lembre-se que você precisará colocar "/mnt" na frente dos caminhos habituais que usaria para obter os arquivos. Por exemplo, se você tiver um problema no arquivo /etc/fstab que você precisa reparar, você na verdade acessará esse arquivo em:
/mnt/etc/fstab
  • Se você fosse simplesmente editar "/etc/fstab" durante o modo de salvamento, você mudaria o fstab para o sistema de arquivo do modo de salvamento, não o seu sistema de arquivo normal.

  

Como sair do modo de salvamento

  • Isso é tudo! Quando terminar a solução de problemas do sistema, você poderá sair do modo de salvamento clicando no link Sair do modo de salvamento no Painel de Controle Cloud na página "Detalhes do servidor".

 







© 2011-2013 Rackspace US, Inc.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo deste site está licenciado sob uma licença não adaptada de Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0


Ver detalhes da licença e o AVISO LEGAL